Início Sem categoria Luto: GNR Luis põe fim à própria vida em Lisboa

Luto: GNR Luis põe fim à própria vida em Lisboa

930
0

Luis Jourdan faleceu esta sexta-feira, dia 28 de outubro. O militar da Guarda Nacional Republicana (GNR) terá colocado termo à própria vida, no que terá sido mais um caso de suicídio numa força policial portuguesa.

Só nesta última semana foram dois os casos de suicídio na GNR, sendo que desde o ano de 2000, mas de 150 polícias cederam à pressão e desistiram da vida.

O fácil acesso a armas será uma das maiores causas para este flagelo entre as forças de segurança, uma vez que quase todos cometem suicídio com as próprias armas de serviço. No entanto, parece claro que falta mais acompanhamento psicológico entre as autoridades portuguesas, que acabam por ceder à pressão de um trabalho tantas vezes ingrato.

Nas redes sociais, multiplicam-se as homenagens a Luis Jourdan. “São estas notícias que quer nós na Polícia Segurança Pública ou aos nossos camaradas da Guarda Nacional Republicana que nunca queremos ouvir, mas vários factores profissionais ou pessoais fazem com que por vezes nos deixemos cair neste longo caminho, e deste modo, deixo as mais sentidas condolências a toda a família e amigos do nosso camarada Luis Jourdan, Cabo Mor da GNR colocado na Unidade de Controlo Costeiro, que no dia de hoje colocou termo à sua vida.

Sei por experiência própria o quão difícil é levantar-mos e ter forças para sair de um buraco tão escuro, que só quem por lá passa sabe o doloroso que é, e nunca devemos condenar o próximo por andar triste ou com problemas na vida, mas sim ajudar. Até porque por vezes somos enganados por sorrisos que escondem tristeza. Ninguém pode adivinhar algo tão silencioso”, lamentou um colega de profissão, numa mensagem muito importante.

https://www.facebook.com/photo/?fbid=6376091859072520&set=a.643158425699254